Acesso rápido

Você está em: Home  >  Como fazemos  >  Tecnologia
Versão para impressão Aumentar o contraste Aumentar a fonte Diminuir a fonte Tamanho do texto
Tecnologia

A Ferrous investe no que há de mais inovador em pesquisa e desenvolvimento de processos relacionados à atividade minerária. Prova disso são os cinco laboratórios localizados na mina de Esperança, em Brumadinho (MG), que dão o suporte tecnológico necessário para o desenvolvimento de processos para os projetos Ferrous.

 

Laboratório de Preparação de Amostras e Teste Padrão

 

O laboratório recebe as amostras provenientes dos projetos Ferrous (principalmente as amostras dos furos de sonda da Geologia) para realizar todas as etapas preliminares de caracterização do minério: homogeneização, quarteamento, análise granulométrica e pulverização para análise química.

 

Nele também são realizados os testes padrão, que simulam as etapas de concentração da usina, gerando resultados que permitem estimar a previsibilidade de processo dos projetos.

 

Laboratório de Desenvolvimento de Processos

 

Neste laboratório são realizados os testes preliminares de processo em escala de bancada, em que são avaliadas alternativas de rotas de processo e determinação dos parâmetros preliminares de processo a serem aplicados nos testes em escala piloto.

 

Os principais testes são: testes de flotação, determinação do WI de moagem, testes de deslamagem, testes de separação magnética (baixo, médio e alto campo), testes de concentração gravítica, testes de sedimentação, testes de filtragem, além da determinação de umidade, superfície específica e granulometria, entre outros.

 

Laboratório de Mineralogia

 

O Laboratório de Mineralogia realiza as caracterizações mineralógicas semi-quantitativas por meio de lupas binoculares, além da determinação da granulometria de liberação.

 

Laboratório de Análises Químicas

 

O Laboratório Químico realiza análises químicas que determinam diversos parâmetros, como o teor de ferro, sílica, alumina, fósforo e manganês das amostras provenientes de exploração de frente de lavra, testes de processo e produção de usina, a fim de verificar a qualidade química dos minérios da Ferrous.

 

Essas amostras são acondicionadas em estufa a aproximadamente 80 graus e posteriormente em dessecadores para estabilização da temperatura. São pesadas em balanças de precisão e as análises químicas são feitas por via úmida, gravimetria e ICP (Inductively Coupled Plasma, ou espectrômetro de plasma).

 

Os resultados obtidos são enviados para as equipes das minas, que avaliam a qualidade do material que está sendo prospectado. Esses resultados subsidiam todos os estudos de desenvolvimento de processos e os trabalhos da Geologia.

 

Planta Piloto

 

Inaugurada em fevereiro de 2010, a planta piloto da Ferrous é uma das mais completas do Brasil, permitindo a realização de testes contínuos das mais diversas alternativas de rotas processo, gerando os parâmetros necessários para o dimensionamento dos equipamentos de processo e subsidiando a engenharia dos projetos Ferrous.

 

A planta piloto oferece aos nossos colaboradores ambiente propício para investir em pesquisas e avaliação de tecnologias com foco na excelência operacional, tais como reaproveitamento de rejeitos, otimização do beneficiamento mineral, dentre outros.

 

Integrando pesquisa, tecnologia e qualidade, buscamos, dia após dia, a melhor solução de minério de ferro para atender as necessidades dos mercados e de nossos clientes.

 

A Ferrous busca ainda formar parcerias com instituições de ensino para disponibilizar a estrutura e oferecer trocas de experiências entre alunos e os colaboradores da empresa.

Imagens