Você está em: Home  >  Notícias
Versão para impressão Aumentar o contraste Aumentar a fonte Diminuir a fonte Tamanho do texto
Notícias
27/12/2011
Programa de Alfabetização de Adultos promovido pela Ferrous tem primeira formatura

A primeira turma a se formar dentro do Programa de Alfabetização de Adultos promovido pela Ferrous é de São Francisco do Itabapoana (RJ). São 186 pessoas (70 homens e 116 mulheres), entre donas de casa, pescadores, aposentados, agricultores, pedreiros, garis, marisqueiras, tapioqueiras, jardineiros e outros, com idades entre 15 a 60 anos.

 

O processo de ensino começou em abril deste ano e a maneira como o curso foi desenvolvido é um dos sucessos do programa. Os alunos tiveram aulas em locais bem perto de suas casas, improvisados conforme a necessidade: garagens, salões de igrejas, escolas e quintais de casas. A metodologia utilizada foi a do Instituto Paulo Freire de ensino, que foca o aprendizado em temáticas que têm a ver com a realidade local dos educandos. A formatura, realizado no clube de Guaxindiba, aconteceu num clima de muita emoção com a presença dos formandos e suas famílias.

 

“Nesse grupo de formandos o curso funcionou com 31 turmas, com aproximadamente 8 alunos cada uma, nas diversas localidades do município. Esse formato que propomos é uma mudança de paradigma. O ensino foi até eles, em vez deles terem que se deslocar grandes distâncias”, observa Mariana Rosa, gerente de Comunicação e Responsabilidade Social da Ferrous.

 

Aposentada, Juracy Ribeiro Santana e Silva, de 67 anos, revela que não teria condições de ter aprendido a ler e a escrever se as aulas não tivessem sido tão perto de sua casa. “Moro na área rural. Então, tudo é longe. Seria difícil ter que pegar um transporte todos os dias para ir estudar na cidade. Para fazer esse curso eu só atravessava a estrada. As aulas foram em frente à minha casa, numa área do lado da casa da professora”. Juracy conta que também aprendeu a ler números, o que facilitou ao fazer as contas na hora das compras.

 

Alclimedes Gomes Batista, pescador de 48 anos, pretende estudar mais para conseguir melhores condições de trabalho agora que sabe ler e escrever. “Eu só assinava meu nome. Agora quero ir mais adiante, evoluir profissionalmente. A pesca é boa, mas não dá pra depender dela o ano todo. Então, é importante nos prepararmos para outras oportunidades de emprego”, planeja.

 

Contando com as turmas de Presidente Kennedy, o Programa de Alfabetização de Adultos da Ferrous tem atualmente mais de 500 alunos. O objetivo é preparar os moradores para o desenvolvimento e novas oportunidades que chegarão com a instalação do porto na região. A iniciativa fará diferença para esses municípios, pois, em média, 24% da população local ainda não aprendeu a ler e a escrever. Dessa forma, a Ferrous, em parceria com diversos atores locais, apoia o desenvolvimento local para futuramente receber o empreendimento do terminal portuário.