Acesso rápido

Você está em: Home > Conheça a Ferrous > Trajetória
Versão para impressão Aumentar o contraste Aumentar a fonte Diminuir a fonte Tamanho do texto
Trajetória

A Ferrous Resources do Brasil foi fundada em Belo Horizonte em 14 de maio de 2007. No mesmo ano, adquiriu os direitos minerários das minas de Esperança e Serrinha, em Brumadinho; Viga, em Congonhas; e Santanense, em Itatiaiuçu – todas localizadas no Quadrilátero Ferrífero de Minas Gerais.

Em 2008, a Ferrous adquiriu os direitos minerários da mina de Viga Norte, em Itabirito (MG), e, paralelamente, iniciou o licenciamento ambiental e os estudos de engenharia conceitual dos projetos Viga e Terminal Portuário, em Presidente Kennedy (ES). Ainda em 2008, a Ferrous começou as pesquisas geológicas em Viga, Serrinha, Viga Norte e Santanense, além dos estudos de impacto ambiental para o mineroduto.

O ano de 2009 também foi de intenso trabalho. começaram os processos de licenciamento ambiental dos projetos do mineroduto e do Terminal Portuário. Em maio, foram adquiridos os direitos minerários da mina de Jacuípe, em Coração de Maria (BA). Em junho, a Ferrous iniciou os estudos de impacto ambiental do porto e da planta de filtragem, ambos em Presidente Kennedy (ES), e protocolou, na Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Supram), o Estudo de Impacto Ambiental/ Relatório de Impacto Ambiental (EIA/ RIMA) da mina Viga. No segundo semestre de 2009, a Ferrous obteve certificado de outorga de direito de uso de água para a mina Viga e para o mineroduto – nesse período também foi realizada a Audiência Pública do projeto Viga.

No começo de 2010, a Ferrous obteve a Licença Prévia para a mina Viga e foi reconhecida nacionalmente pela revista Minérios e Minerales, que premiou os trabalhos de recuperação ambiental realizados nas minas de Esperança e Serrinha. Em maio, foi protocolado no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) o EIA/RIMA do Terminal Portuário. Em julho ocorreram novas conquistas relacionadas aos licenciamentos ambientais dos empreendimentos da Ferrous: publicação de aceite do EIA/RIMA relacionado ao porto pelo IBAMA; protocolo, também no IBAMA, do EIA/RIMA do mineroduto; e assinatura de Termo de Compromisso com o Ministério Público de Minas Gerais para a mina Viga, garantindo ainda mais transparência ao processo de licenciamento ambiental.

O ano de 2011 renovou as conquistas da Ferrous. Após cumprir todas as condicionantes, a empresa conquistou, em fevereiro, a Licença Prévia do Porto de Presidente Kennedy e a Licença de Instalação da mina Viga – que permitiu à empresa dar início às obras na unidade. Os primeiros meses também foram marcados pelo início da produção de minério de ferro, que permitiram o embarque de 1,5 milhões de toneladas naquele ano. Em novembro de 2011 a Ferrous inaugurou seu terminal de carregamento ferroviário na mina Viga. O ramal, que liga as operações da empresa à malha da MRS Logística, tem uma capacidade de transportar até 18 milhões de toneladas de minério de ferro por ano sem qualquer investimento adicional de infraestrutura.  

Em 2012, a empresa produziu 3,2 milhões de toneladas de minério de ferro, nas minas Viga, Esperança e Santanense,  e apresentou seu novo plano de negócios, assumindo seu crescimento de forma gradativa e independente, reduzindo as necessidades de financiamento e aumentando a flexibilidade para a empresa reagir, diante de um possível cenário incerto da economia mundial. A meta da empresa é ampliar a produção para 5 milhões de toneladas em 2013 e 17 milhões de toneladas a partir de 2016.

Em todas as suas operações e projetos, a Ferrous demonstra o seu compromisso em exercer a atividade de mineração de forma inovadora, pautada pela sustentabilidade e sem abrir mão dos mais avançados conceitos de responsabilidade socioambiental.